Surgimento do boxe com luvas.

As luvas de boxe foram introduzidas em 1743, pelo inglês Jack Broughton, arrependido depois de ter provocado a morte de um adversário (George Stevenson, em luta no ano de 1741). No início eram de uso obrigatório apenas para amadores, e esses lutavam com o mesmo estilo e sob as mesmas regras que os profissionais do prize fighting, ou boxe sem luvas. Ou seja: por sí só, a mera introdução das luvas não trouxe nenhuma modificação na arte de boxear.

As reais modificações no estilo de boxear somente ocorreram a partir das Regras de Queensberry, publicadas em 1867. Essas regras foram feitas para os campeonatos de amadores em Londres, e exigiam o uso de luvas, mas acabaram sendo adotadas pelos profissionais ingleses e americanos, como passaremos a ver.

Por que o público não queria o uso das luvas?

Antigamente, na época do boxe sem luvas, as qualidades mais apreciadas nos pugilistas eram sua coragem, determinação, dureza, a capacidade de aguentar 25 ou mais rounds. A técnica tinha um valor muito menor e a esquiva era vista como um recurso efeminado. As principais apostas eram feitas no "first blood" (quem seria o primeiro boxeador a sangrar) e no número de rounds que duraria a luta; essa tinha apenas três maneiras de terminar: por nocaute, por desistência ou por interrupção pela polícia.

O uso de luvas não era compatível com esses valores. Antigamente, lutas com luvas eram consideradas como meras exibições.

A classe alta apoiou o uso das luvas

Tradicionalmente, o boxe sem luvas era realizado num ringue com piso de grama, logo a céu aberto. Isso propiciava o comparecimento de beberrões e arruaceiros, que acabavam tumultuando o evento. Por sua vez, o boxe com luvas exigia um ringue tablado, logo poderia ser feito num local fechado, num clube onde se cobraria ingresso, assim selecionando o público. Como a influente classe alta gostava do boxe, mas não gostava dos tumultos, apoiou fortemente a mudanca.

Qual a maior causa da extinção do boxe sem luvas?

O moralismo da Epoca Vitoriana (a rainha Victoria reinou na Inglaterra, de 1837 a 1901) era incompatível com a violência das lutas sem luvas, bem como os tumultos, bebedeiras e apostas que as acompanhavam. Acabou proibindo as lutas de boxe sem luvas, que tiveram de passar a ser feitas clandestinamente.

Juridicamente, o boxe sem luvas (prize fighting, como era chamado) foi declarado ilegal com dois famosos processos criminais: R v Young [1866] e R v. Coney [1882]. Neste último, a Court for Crown Cases Reserved julgou que as lutas de boxe sem luva eram um assalto, embora com o consentimento dos participantes, e que tanto os boxeadores como os espectadores poderiam ser processados criminalmente. Também deu a entender que o mesmo não se aplicava ao boxe com luvas.

Por que os boxeadores aceitaram usar luvas?

Com a proibição do boxe sem luvas, todo boxeador passou a ter o risco de acabar uma luta na cadeia. A fiscalização da polícia era rigorosa e até mesmo lutadores campeões, como foi o caso de John Sullivan, foram presos. Por outro lado, a polícia tolerava as lutas com luva.

Ademais, logo os profissionais viram que, lutando com luvas, tinham muito menor chance de machucar as mãos e então poderiam lutar mais frequentemente, o que significava mais dinheiro.

Como resultado, depois da luta John Sullivan versus Jake Kilrain (1889), nunca mais houve uma disputa de título de boxe sem luvas.

Resumindo: quando surgiu o boxe com luvas?

De modo aproximado, entre 1870 e 1890. Tradicionalmente, se caracteriza essa origem com cinco eventos:
 
  • a publicação em 1867 das Regras de Queensberry, exigindo luvas.
  • o processo criminal R v. Coney [1882], que julgou ilegal o boxe sem luvas.
  • a primeira disputa de título mundial com luvas: John Sullivan vencendo Dominic McCaffney, em 1885.
  • a última disputa de título mundial sem luvas: John Sullivan vencendo Jake Kilrain, em 1889.
  • a derrota do último grande nome do boxe sem luvas (o mesmo John Sullivan), numa disputa de título com luvas e sob as Regras de Queensberry, por James Corbett, em 1892.

Para memorizar:

-- último campeão mundial sem luvas: John Sullivan, 1882 a 1889.
-- primeiro campeão mundial com luvas: John Sullivan, 1885 a 1892

Nota: a maioria dos historiadores não reconhece o título com luvas de Sullivan em 1885 (o adversário era inexpressivo), e considera James Corbett como o primeiro campeão com luvas.

Como evoluiu o boxe com luvas?

A adoção das Regras de Queensberry provocou uma radical mudança no estilo de boxear. Essa mudança levou uns 30 a 40 anos para se concretizar, conforme explicamos numa outra matéria (A evolução do boxe com luvas) que V. pode consultar neste site.

Referências:
- Jack Anderson: Pugilistic Prosecutions: Prize Fighting and the XIX Century.
  Irlanda, snt.
- Bob Mee: Bare Fists.
  NY: Overlock Press, 2001.


Texto: © 2010, pela Fed. Rio-Grandense de Pugilismo.
Permitida a reprodução, desde que com fins não comerciais e seja citada a autoria.
Art. 299 do Código Penal Brasileiro ( Crime de Falsidade Ideológica ):
Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar ou
nele fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser descrita
.