Pesos pesados em evidência (2002)
  por Danny Williams, atual campeão dos pesados na Comunidade Britânica
 


 
  • Lennox Lewis:

    É o melhor pesado do mundo e ele provou essa condição ao fim de uma longa carreira. A única coisa que lhe resta provar é que ele tem direito de estar com os maiores de todos os tempos, e por isso é que ele insiste em querer enfrentar e derrotar Mike Tyson. Tyson é o único que lhe falta vencer.

  • Wladimir Klitschko:

    Excelente lutador que tem tudo: tamanho, potência e velocidade. Ele deverá ser o novo campeão em, no máximo, cerca de um ano. Os maiorais, caras como Lewis, Tyson e Holyfield durarão apenas mais um ano. Wladimir não só será o novo campeão como ficará campeão por muito tempo.

  • Chris Byrd:

    Este é o pesado que todos estão evitando. Ele foi medalha de prata na Olimpíada, na categoria dos médios e agora é um pesado que conservou velocidade e técnica, e também é muito difícil de atingí-lo. Ele deverá ser um grande problema, mas não acho que chegará a ser campeão.

  • Vitali Klitschko:

    O irmão de Wladimir também é muito bom, embora não tenha a mesma potência. Muitos acham que ele é muito robotizado, contudo ele compensa isso com seu enorme tamanho e potência.

  • Kirk Johnson:

    Atualmente, é o desafiante obrigatório para John Ruiz. Tenho lhe observado e fiquei impressionado com sua potência e tamanho. Seu ponto fraco é mental: ele é muito nervoso e isso o prejudicará numa luta por título contra Lewis ou Klitschko.

  • Mike Tyson:

    Há 15 anos que Tyson vem decaindo, atualmente ele deve ser 40% do que era, mas ainda é o segundo melhor pesado do mundo. Acho que em seus melhores tempos ele podia ser colocado entre os quatro melhores pesados de todos os tempos. Hoje, acho que sua gana e motivação são suspeitas e nunca mais o veremos como era antes.

  • Lamon Brewster:

    Lutador perigoso e que merece ser olhado com cuidado. Apesar de ter perdido para Clifford Etienne e Charles Shufford e parecer ter desandado, ele se recuperou plenamente depois de derrotar Nate Jones. Para mim, ele tem tudo o que é preciso no boxe dos pesados.

  • Hasim Rahman:

    Apenas é o maior sortudo do mundo. Não passa de um boxeador de qualidades médias e que ia indo a lugar nenhum quando teve a sorte de enfrentar um despreparado Lennox Lewis. Quem ele realmente é pudemos ver em sua derrota na revanche para Lewis. Ele nunca mais brilhará e deverá ficar correndo pelas beiradas.

  • John Ruiz:

    Em minha opinião, é o mais fraco campeão que vi nos últimos anos. Ele de campeão não tem nada: nem potência e nem habilidade. Ele é apenas um lutador medíocre que teve a sorte de enfrentar um Evander Holyfield que há muito devia ter se aposentado. O título de Ruiz está à disposição de qualquer um, incluindo eu mesmo!

  • Evander Holyfield:

    Com 39 anos está muito longe de sua melhor forma. Teve tantas guerras duras que sua próxima luta poderá ser sua última. Foi tantas vezes ao poço que está seco. Acredito que qualquer pesado decente seja capaz de vencê-lo.




© 2002, pela Fed. Rio-Grandense de Pugilismo
Art. 299 do Código Penal Brasileiro ( Crime de Falsidade Ideológica ):
Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar ou
nele fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser descrita
.